O que é chatbot e para que serve?

pessoa configurando chatbot

Você já ouviu falar em chatbot? Sabe para que serve?

Se o perfil dos seus clientes é aquele que exige respostas rápidas e assertivas, então você precisa urgentemente automatizar o seu atendimento. E sabe como isso pode ser feito? Por meio do chatbot.

Neste artigo falaremos um pouco mais sobre as vantagens de utilizar essa ferramenta para automatizar rotinas na sua empresa. Continue a leitura!

O que é chatbot e para que serve?

Podemos dizer que o chatbot é uma ferramenta de relacionamento com os consumidores que estão sempre conectados e desejam atendimento rápido, mas sem abrir mão de uma ótima experiência.

O termo é utilizado para se referir a um robô de conversação. De modo geral, sua função é simular o atendimento humano, normalmente pelo site da empresa ou WhatsApp, e interagir com clientes para atender solicitações e tirar dúvidas a respeito de um serviço ou produto.

Hoje em dia, muitas empresas têm utilizado chatbots para agilizar o atendimento, visto que através dele é possível automatizar processos repetitivos, deixando os atendentes livres para resolver chamados mais complexos.

Como funciona o chatbot?

mão no celular chatbot

Você pode nem ter percebido, mas provavelmente já foi abordado por um chatbot enquanto navegava pela internet. Muitas empresas utilizam essa ferramenta para recepcionar um visitante, conquistar sua atenção e interagir com ele.

O modo como o chatbot  funciona vai depender da tecnologia utilizada para o seu desenvolvimento, bem como o canal de contato (Facebook Messenger, Whatsapp, Telegram, website e outros) e a sua finalidade.

Qual o benefício do chatbot para as empresas?

tablet chatbot

São diversos os benefícios do chatbot para as empresas. Entre as principais delas, podemos citar:

  • Agilidade: pode atender vários clientes ao mesmo tempo, o que diminui as filas de espera e demora no atendimento;
  • Redução de custos: permite que você trabalhe com uma equipe reduzida, uma vez que não é necessária a contratação e treinamento de funcionários;
  • Disponibilidade: os clientes podem ser atendidos por um chatbot 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana e feriados;
  • Personalização: como a ferramenta é bastante personalizável, você pode adaptá-la ao seu público, ao tom de voz da sua marca e, assim, transmitir a essência do seu negócio;
  • Versatilidade: uma vez que pode ser utilizado para interagir com o cliente em diversos canais e para diversas finalidades.

Principais usos e tipos de chatbot

Os chatbots podem servir para diferentes usos, a depender dos objetivos que justificam a sua implementação nos processos de atendimento de uma empresa. Conheça os principais tipos e para o que eles são indicados!

Chatbot para marketing e vendas

O chatbot voltado para marketing e vendas é aquele capaz de apresentar um diálogo que leve o cliente a se envolver com o produto e suas características. Um exemplo disso é o uso de imagens e vídeos para captar informações do consumidor.

Chatbot para atendimento

O chatbot para atendimento é um dos mais utilizados por empresas para realizar serviços de atendimento ao cliente, tirando as dúvidas mais frequentes.

Existem ainda os chatbots para e-commerces e lojas virtuais, realizando o atendimento dos possíveis compradores.

Reservas e pedidos

Para esses casos, o chatbot é utilizado para realizar agendamentos e reservas em consultórios, restaurantes, eventos e outros, integrando a sistemas internos.

Pesquisas

Um chatbot ainda pode ser usado para pesquisas de opinião e satisfação, tornando o diálogo mais amigável e evitando a dispersão.

Como implementar um chatbot?

pessoa com celular chatbot

Veja abaixo o passo a passo de como implementar um chatbot na sua empresa.

Escopo

Antes de mais nada é preciso definir o por quê de ter um atendete virtual. Para que um chatbot seja eficiente, é fundamental identificar a sua real necessidade.

Escrever a conversa

Os textos devem ser claros e objetivos, para que a pessoa não fique na dúvida sobre qual foi o tom que você quis se referir.

Lembre-se que as mensagens podem ser ordenadas por meio de palavras-chaves que vão direcionar o seu cliente até a solução que ele busca.

Escolher a plataforma

Uma vez identificada a demanda, é chegada a hora de definir qual software vai executá-la. Existem diversas opções no mercado e é importante avaliar qual a mais adequada para o seu contexto.

Configurar e testar

Depois de escolher a plataforma, você precisa configurá-la e, por fim, testá-la para ver se está de acordo com o que pretende passar para o seu cliente.

Lançar e otimizar

A última etapa consiste em lançar o chatbot e, com base nos atendimentos realizados, ir otimizando o seu uso, para que fique cada vez mais fácil e agradável.

Qual o melhor chatbot?

Atualmente existem diversas plataformas que podem ser utilizadas para facilitar a comunicação com o seu cliente. Abaixo listamos algumas delas:

  • Zenvia: possui soluções em SMS, voz, WhatsApp, e-mail ou aplicativos de mensagens. Com essa plataforma é possível criar bots para agendamento, atendimento, FAQ, campanhas de marketing, geração e qualificação de leads, recuperação de carrinho abandonado, entre outras soluções.
  • ManyChat: possibilita a criação de chatbots para atuar no Facebook Messenger, nas áreas de marketing, suporte ao cliente e vendas.
  • MobileMonkey: com ela é possível criar um bot para o Facebook ou para o Skype, com a vantagem do machine learning, que promete igualar a voz do bot à linguagem natural, como se fosse a voz de uma pessoa e não de um robô.
  • Take Blip: integra o serviço de mensagens, e até mesmo softwares de venda, com chatbots utilizando uma metodologia própria para gestão de conversas inteligente. É provedora da solução oficial do WhatsApp Business API.

Quanto custa um serviço de chatbot?

Essa não é uma pergunta tão simples de responder, visto que o valor para implementar um chatbot depende de inúmeros fatores.

De modo geral podemos dizer que existem ferramentas gratuitas, porém mais restritas, assim como outras chegam a custar até mais de R$ 50.000,00, dependendo do tamanho e do que o chatbot faz.

Simplificando, o preço de um chatbot tem como base o trabalho que vai ser feito nele e o valor gerado por ele. Tudo isso envolve sua complexidade, custo de infraestrutura, como ele é desenvolvido, integrações técnicas e outras particularidades.

Como usar chatbot no WhatsApp?

É possível sim usar chatbot para WhatsApp, porém as empresas interessadas nesse serviço precisam da aprovação da ferramenta. O objetivo dessa restrição é garantir que tanto marcas quanto clientes tenham o maior benefício nessa experiência.

No que se refere às possibilidades de uso, o WhatsApp já autorizou o atendimento gratuito e o envio pago de notificações informativas aos usuários, mediante aprovação.

Para quem sabe utilizar a ferramenta, o chatbot para WhatsApp pode trazer mudanças positivas nas interações entre empresas e consumidores.

Conclusão

chatbot

Como vimos, o chatbot é uma ferramenta que serve para aproximar as empresas de seus consumidores, de modo que elas possam tirar suas dúvidas ou ainda realizar compras.

O seu objetivo é proporcionar uma experiência dinâmica e humanizada, respondendo os questionamentos de forma mais natural possível, como em uma conversa entre pessoas.

Se você possui uma empresa e gostaria de se relacionar melhor com o seu público, uma alternativa pode ser investir em um chatbot. Apenas lembre-se sempre de avaliar se faz sentido para o seu negócio e principalmente para seu cliente, já que o objetivo é oferecer para ele mais uma opção para solucionar dúvidas e resolver problemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *