Google Shopping: aprenda a anunciar e gere mais tráfego em seu e-commerce

Em 2011, o Google lançou o Google Shopping, uma ferramenta para facilitar a experiência de consumo dos seus usuários.

Por meio dele, os consumidores conseguem comparar preços entre diversos sites e você pode analisar o que os concorrentes andam fazendo para atrair os cliques desse público.

Se você quer saber mais sobre como funciona o Google Shopping e as suas vantagens para gerar mais tráfego para o seu e-commerce, continue a leitura deste texto!

O que é Google Shopping?

O Google Shopping é uma ferramenta que permite aos usuários pesquisar produtos com facilidade e comparar preços. Ou seja, ele nada mais é do que uma vitrine virtual de produtos das lojas cadastradas, como se fosse um shopping online mesmo.

Basicamente, ele executa funções muito parecidas com o Buscapé ou o Zoom, como uma vitrine virtual, na qual são exibidos os diferentes itens oferecidos pelas lojas, desde que registrados na plataforma. A diferença está na sua integração direta ao Google.

Um outro ponto importante é que o Google Shopping possui a sua própria página, onde as pessoas podem fazer buscas de acordo com a categoria dos produtos.

Para que serve o Google Shopping?

google shopping carrinho de compras

Podemos dizer que o Google Shopping é uma ferramenta excelente para você promover seus produtos para os compradores que os procuram. Ou seja, ajuda você a estar presente no momento ideal do processo de busca e compra dos consumidores.

Sendo assim, é possível afirmar que a ferramenta serve para:

  • Direcionar mais tráfego para sua loja: os anúncios do Google Shopping aparecem primeiro nos resultados de pesquisa. Isso os torna os mais clicados pelos clientes em potencial.
  • Gerar mais conversões e vendas: as pessoas que clicam no seu anúncio do Google Shopping estão na reta final de busca pelo produto, portanto, têm mais chances de concluir a compra.
  • Reduzir os custos de investimento em publicidade: os anúncios no Google Shopping são mais eficientes, pois o Google segmenta de maneira inteligente e mostra os produtos com as melhores chances de compra. Isso torna os custos por clique mais eficazes.

Além disso, o Google Shopping oferece uma boa presença em dispositivos móveis, otimizando constantemente o seu formato para que os anúncios tenham boa visibilidade para quem os acessa a partir de smartphones.

E por fim, a ferramenta permite que você acesse as análises de desempenho de cada produto que você publica, oferecendo a possibilidade de ver as categorias de produtos, recursos e marcas que geram mais links e vendas em sua loja virtual.

Como funciona o Google Shopping?

Para entender como funciona o Google Shopping, você pode simular a pesquisa por um produto e verificar como a plataforma se comporta ao exibir os resultados. Por exemplo, se você for até o Google e buscar por televisão smart, vai notar que os resultados do Google Shopping são os que mais se destacam.

Caso queira uma página mais completa, para que possa filtrar por tamanho, preço ou outras informações, basta clicar em “Shopping”.

Todos aqueles que desejam ver seus produtos como destaque, devem pagar ao Google. E para se inscrever basta criar uma conta no Google Merchant Center e integrá-la ao seu cadastro no Google Adwords. Falaremos mais sobre isso adiante.

É válido ressaltar que os resultados não se baseiam nas palavras-chave, mas sim nos atributos dos produtos cadastrados. Daí a importância de fornecer o máximo de detalhes possíveis para que o motor de busca consiga criar uma correspondência mais próxima com as pesquisas feitas pelo público.

O que é preciso para anunciar no Google Shopping?

google shopping mulher com papel notebook e caixas

Você pode usar o Google Shopping para reunir anúncios dos produtos que você vende em sua loja com as mesmas fotos, títulos e preços que você já publicou.

Com isso, a ferramenta irá mostrar o nome da sua empresa e, é claro, um link direto para sua loja online para facilitar sua compra.

É importante que você sempre verifique as suas postagens para garantir que a primeira foto dos seus produtos esteja em um fundo branco. Esse é um ponto importante para o Google Smart Shopping aceitar suas campanhas.

Abaixo explicaremos o que é preciso para anunciar no Google Shopping. Confira!

Contas do Google

A primeira coisa que você deve fazer para aprender a anunciar no Google Shopping é se inscrever no Google Merchant Center.

É essa plataforma que ajuda você a fornecer as informações da sua loja e dos seus produtos ao Google e disponibilizá-las para os compradores.

Para isso, você deve se cadastrar na ferramenta e fornecer as informações solicitadas sobre seu negócio. Depois, siga os passos de verificação do seu site para garantir que você é proprietário do canal.

Dados do produto

Todos os produtos que serão anunciados no Google Shopping devem estar com os dados todos preenchidos: nome de produto, imagem, descrição, categoria e outros.

Porém, essa tarefa pode ser facilitada através de uma extensão ou aplicativo que extrai dados de produtos do seu site e os formata automaticamente de acordo com os padrões do Google Shopping.

Vincular o Merchant Center ao Google Ads

Uma vez que todos os produtos estiverem prontos no Merchant Center, você deve vinculá-los ao Google Adwords.

Antes de criar sua campanha, de fato, analise se você cumpriu todos os requisitos das campanhas do Google Shopping.

Como incluir a minha loja no Google Shopping?

Como já falamos anteriormente, para incluir os seus produtos no Google Shopping é necessário acessar o Google Merchant Center e enviar o seu feed de produtos.

Para quem não sabe, o feed é muito parecido com o arquivo XML utilizado para os comparadores de preço normais, mas o Google possui uma especificação para o seu feed de produtos.

Google Merchant Center

Todos os produtos da sua loja que você quer anunciar precisam, obrigatoriamente, estar no Merchant Center. Ele permite que milhões de pessoas descubram, explorem e comprem seus produtos, além de oferecer maneiras diferentes de levar os produtos certos aos clientes certos.

Antes de iniciar, você precisa ter uma conta do Google, como o Gmail, para se inscrever no Merchant.

Quando estiver tudo certo, acesse o Merchant Center e faça login com sua conta do Google para começar. Depois, siga os passos abaixo:

Etapa 1: Insira suas informações comerciais

Primeiro, conte um pouco sobre você. O Merchant Center vai precisar de alguns dados.

  • Adicione o país em que sua empresa está registrada como o “Endereço comercial”;
  • O fuso horário do Merchant Center se ajusta automaticamente com base na região escolhida;
  • O nome da empresa pode ser o nome dela, do site ou da loja. Mas lembre-se que esse será o nome que os usuários verão no Google.

Etapa 2: Escolha onde você quer que seus clientes finalizem as compras

Uma vez preenchidos os dados da empresa, é hora de selecionar as opções de finalização de compra que se aplicam à sua empresa. Depois, se achar necessário, você pode alterar essa configuração na conta do Merchant Center. As opções são:

  • No seu site: os clientes veem a listagem do produto no Google, mas aí precisam clicar e acessar o seu site para comprar.
  • No Google: os clientes veem a listagem do produto no Google e compram sem sair dele.
  • Na loja local: os clientes veem a listagem do produto no Google e então precisam visitar a sua loja local para fazer a compra.

Etapa 3: Escolha as plataformas de gerenciamento

Informe ao Merchant Center quais ferramentas você usa, pois ao vincular a sua conta a elas, permitirá que a plataforma ofereça serviços melhores e ainda pode ajudar a simplificar o processo de configuração da sua conta do Merchant Center. É possível adicionar mais ferramentas e integrações a qualquer momento.

Etapa 4: Escolha suas preferências de e-mail

Você pode autorizar e ativar o recebimento de mensagens sobre atualizações com dicas e práticas recomendadas ou convites para testar novos recursos.

Por fim, depois de preencher todos os dados e ler e aceitar os Termos de Serviço, sua conta estará pronta.

Diferença entre Google Shopping Ads e Google Ads

google shopping mulher fazendo compra pelo celular

Existe sim diferença entre o Google Shopping Ads e o Google Ads. Conheça quais são elas.

Shopping Ads

O Google Shopping Ads possui um formato único e aparece quando o consumidor está buscando um produto no Google ou como anúncios em outros sites.

Nas campanhas feitas nessa ferramenta você configura seu produto e o próprio Google define quais as palavras são relevantes para seu anúncio.

Google Ads

O Google Ads permite a veiculação de diversas campanhas de anúncios para resultados de pesquisa, bem como por meio de sua rede de display (banners em sites parceiros).

Vantagens do Google Shopping para e-commerces

Agora que já sabe como funciona o Google Shopping, chegou a hora de realmente conhecer algumas das vantagens de utilizar essa plataforma para divulgar seus produtos.

Mais visitas na loja virtual

É normal o público ter maior interesse pelos resultados do Google Shopping. Isso porque, em pesquisas de produtos eles aparecem em destaque na página de busca.

Ou seja, os cliques nesse tipo de anúncio tendem a ser mais numerosos do que os anúncios em texto. Isso faz com que a pessoa clique e acesse a sua loja virtual.

Leads mais qualificados

As pessoas que pesquisam por algum produto no Google e param para analisar as opções disponíveis no Shopping já estão em estágios mais avançados do funil de vendas.

Isso significa que elas precisam de poucas informações para seguir com a intenção de compra.

Ou seja, ao ter acesso ao preço, foto, loja, parcelas e, inclusive, às avaliações de outros clientes, ele poderá decidir se o produto corresponde ou não às suas expectativas.

Mais vendas

Como falamos, as pessoas que iniciaram a pesquisa no Google Shopping já estão em um estágio mais avançado do que quando começaram a procurar pelo produto. Sendo assim, as vendas, com certeza, serão maiores.

Isso porque elas já filtraram e consideraram as condições do produto. Por isso, o consumidor estará muito próximo de converter aquele desejo em compra.

Otimização de campanha para dispositivos móveis

Como falamos no início do texto, o Google Shopping oferece uma boa presença em dispositivos móveis. Ele está em constante otimização do seu formato para que os anúncios também tenham uma boa visibilidade para quem os acessa a partir de smartphones ou tablets.

Relatórios detalhados

Um recurso muito legal do Google Shopping é a parte de análise de desempenho a partir dos relatórios gerados.

Eles possuem um nível de detalhamento tão eficiente, que conseguem mostrar, por exemplo, as categorias de produtos, as características técnicas ou as marcas que mais geram cliques e conversões.

Um outro ponto muito bacana é que é possível levantar informações sobre a performance da concorrência para realizar comparativos de mercado.

A partir dessas análises você pode criar grupos compostos apenas por produtos que mais convertem. Isso otimizaria seus investimentos, uma vez que pode destinar um valor maior de lance às mercadorias que, de fato, geram maior retorno para a sua empresa.

Conclusão

google shopping caixas cartão e tablete

Como você pôde perceber, o Google Shopping é, sem dúvidas, uma das melhores oportunidades para aumentar as vendas de sua loja virtual.

Caso ainda tenha dúvida dos benefícios dessa plataforma, sugerimos que faça uma pesquisa de produtos no Google e veja quantas outras lojas e empresas já estão anunciando suas ofertas.

Para conquistar melhores resultados com o Google Shopping, atrair mais clientes e, consequentemente, aumentar suas vendas, não se esqueça de incluir o máximo de informações sobre seu produto, como título, descrição, tamanho, cores, preço e imagem. É interessante também apostar em preços promocionais e dar mais destaque aos seus itens campeões de venda, direcionando mais verba aos seus anúncios.

Anuncie seus produtos hoje mesmo no Google Shopping e aumente o seu faturamento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *