O que é marketplace? Guia com tipos, exemplos e vantagens

Ultimamente, muito tem se falado sobre marketplace, principalmente casos de empresas no setor que estão prosperando.

De fato, esse modelo de negócios faz muito sucesso, já tendo sido considerado um dos setores mais quentes para uma startup, por exemplo. Mas afinal, você sabe o que exatamente é um marketplace?

Neste artigo falaremos um pouco mais sobre esse modelo de empreendimento digital que inovou o mercado do e-commerce. Boa leitura!

O quê é marketplace?

o que e marketplace mulher

Podemos dizer que um marketplace é como um shopping virtual  que reúne diversos tipos de vendedores em um único lugar.

Por meio de um marketeplace os clientes podem fazer uma comparação entre os produtos que procura e, então, escolher qual se adequa melhor às suas necessidades. Ou seja, o marketplace conecta vendedores com possíveis compradores.

Normalmente esse modelo de negócios acaba focando em um nicho de mercado específico, como vestuário, alimentação, móveis, carros, entre outros.

Diferença entre marketplace e loja virtual

Apesar de visualmente serem bastante parecidas, a grande diferença entre marketplace e loja virtual está relacionada à quantidade de produtos oferecidos.

Um ponto positivo do marketplace frente à loja virtual é do ponto de vista do administrador, já que em um e-commerce convencional, o empreendedor precisa fazer a gestão de tudo. Enquanto isso, no marketplace, toda a logística é responsabilidade do fornecedor.

Um outro ponto importante é que o dono de um marketplace precisa executar estratégias de marketing a fim de atrair cada vez mais clientes.

Para quê serve e qual a importância de um marketplace?

o que e marketplace maos

O marketplace tem impacto positivo sobre a visibilidade e a credibilidade junto aos clientes. Mas esses não são os únicos fatores que levam ao aumento nas vendas. Ele também é eficiente na fidelização dos clientes, uma vez que oferece todas as ferramentas para que você crie ações que agregam valor à experiência do usuário com sua marca.

De uma maneira geral podemos dizer que o marketplace aumenta o faturamento enquanto reduz os custos, potencializando a lucratividade. Isso porque ele não exige tanto investimento em marketing e também não há custos altos de TI, com desenvolvimento e hospedagem.

Outra vantagem do marketplace é a escalabilidade desse modelo. Conforme você aumenta seu portfólio de produtos, fica fácil exibir os novos produtos para os clientes. 

Existem duas vantagens importantes em associar sua empresa a mais de um marketplace. Em primeiro lugar, você pode atingir mais pessoas.

Para completar, o marketplace é uma alternativa de fácil manutenção. Sendo assim, sua equipe pode focar em atividades mais estratégicas, como analisar o mercado, definir preços e escolher novos produtos para seu portfólio.

Quais os tipos de marketplace?

o que e marketplace mesa

Existem, basicamente, cinco tipos de marketplace que são definidos de acordo com o modelo de receita, o público-alvo, a proposta de valor, entre outros aspectos. São eles:

  • Marketplace de serviços por orçamento: esse modelo de negócio é ideal para produtos ou serviços que têm uma venda complexa. Isto é, quando há a negociação de um orçamento antes do fechamento do negócio. 
  • Marketplace de produtos por orçamento: nesse caso, o modelo também envolve orçamento e negociação, mas referente a produtos. Um exemplo disso são marketplaces B2B, que buscam fornecedores para empresas. Geralmente, há uma reunião ou ligação para definir quantidade ou negociar valores e prazos.
  • Marketplace de serviços por agendamento: o modelo de serviços por agendamento prévio é bastante comum para profissionais como professores particulares, médicos, psicólogos, personal trainers e cabeleireiros.
  • Marketplace de aluguel de espaços ou produtos: é ideal para o compartilhamento de espaços ou produtos. Assim, é possível realizar, via marketplace, o aluguel de locais para eventos. Ou então, a locação de roupas para festas ou equipamentos de escritório, por exemplo. 
  • Marketplace de produtos: esse modelo de negócio é o mais conhecido entre os empreendedores. Trata-se da intermediação da venda de produtos, como ocorre na Magazine Luiza ou Mercado Livre.

Como funciona uma empresa com marketplace?

o que e marketplace loja

Para quem deseja entrar em um marketplace, é necessário fazer o cadastro da empresa e dos produtos na plataforma. Feito isso, eles serão divulgados e aparecerão nas pesquisas dos usuários.

Para isso, a empresa que gerencia o marketplace costuma cobrar um valor sobre cada venda realizada. Essa divulgação é importante para gerar maior visibilidade dos produtos ofertados.

Também é preciso estar atento ao prazo de liberação dos valores, que gira em torno de dois a 45 dia após a postagem ou entrega do pedido.

O dono da sua lojinha dentro do marketplace precisa saber que é fundamental o cumprimento de normas, para que tudo saia conforme o previsto. Sendo assim, é fundamental conhecer as políticas e termos, e adequar-se a eles. 

Como funciona o Marketplace no Facebook?

O Facebook Marketplace é um espaço para compra e venda de produtos que funciona para todos os usuários da rede social.

Essa ferramenta permite inserir produtos à venda e pesquisar anúncios de acordo com sua localização atual. Também é possível usar filtros para encontrar produtos específicos por categoria.

Contudo, apesar de oferecer todos esses recursos, o Facebook Marketplace não permite adicionar uma forma de pagamento. Ou seja, o espaço funciona apenas como classificados e cabe aos usuários negociar a compra e venda de produtos publicados. Além disso, a ferramenta oferece visualização de anúncios de qualquer pessoa, mesmo que ela não seja sua amiga na rede.

Quanto custa vender em Marketplace?

o que e marketplace laptop

Vender em marketplaces é uma estratégia muito conhecida para quem deseja ter mais canais de venda e aumentar o faturamento.

Basicamente, a cada venda, existe um percentual cobrado do vendedor pela negociação fechada dentro da plataforma. Essa taxa de comissão por venda gira entre 16% e 20% em média para a maioria dos marketplaces do país.

Dentro dessa taxa, estão incluídos alguns custos e essa porcentagem pode variar de acordo com a categoria do produto. 

  • Marketing: 6%
  • Sistema Antifraude: 1%
  • Gateway – taxa administrativa da operação: 3,5%
  • Antecipação AVP: venda a prazo e recebimento do dinheiro – 8%
  • SAC: 1%
  • Chargeback: valor não reconhecido pela operadora – 1%
  • Custo fixo: mão de obra/aluguel/TI/investimento – 2%

Split de pagamento em Marketplace

O split de pagamento é uma ferramenta bastante útil, principalmente para plataformas que cobram comissão. Ele serve para dividir os pagamentos na plataforma. Assim, automaticamente é feito o repasse da comissão para o administrador da plataforma, e o restante do valor do produto ou serviço para os fornecedores. 

É imprescindível que uma plataforma de marketplace tenha um split de pagamento configurado para evitar a bitributação. Essa é uma lei do Banco Central que facilita e agiliza a gestão financeira do negócio.

Quais as vantagens e desvantagens de usar um Marketplace?

o que e marketplace carrinho

Agora que você já sabe o que é e como funciona um marketplace, vamos falar um pouco mais sobre suas vantagens e desvantagens. 

Vantagens

  • Aumenta a visibilidade do seu site e dos produtos ofertados, tornando o público mais sólido e reduzindo a necessidade de gastos com marketing. 
  • Por estar dentro da loja dos maiores e-commerces do país, aumenta a confiança dos clientes em comprá-lo.
  • Maior margem de lucro já que os gastos de divulgação são menores.
  • O produto aparece melhor indexado, contribuindo também para o ranqueamento do seu site. 
  • Crescimento do negócio, uma vez que atinge diversos públicos. 

Desvantagens

  • A marca acaba ficando dependente do marketplace, o que pode não ser muito vantajoso, caso ele decida encerrar as atividades. 
  • O cliente acaba se lembrando do nome do marketplace que vendeu o seu produto ao invés do nome do seu negócio.
  • Os custos relacionados às taxas cobradas pelas vendas dentro do marketplace podem ser altos e acabar não sendo tão interessante para o seu negócio.

Tendo em vista essas características, na hora de optar por oferecer seus produtos e serviços em um marketplace, é muito importante avaliar os prós e contras das opções disponíveis no mercado. Faça um levantamento das necessidades do seu negócio, quanto você tem para investir nas suas operações de vendas online, e escolha o modelo e canal mais adequado para você.

Exemplos de marketplace

Com certeza você conhece diversos tipos de marketplace e nem faz ideia de muitos outros. Conheça abaixo alguns exemplos de diferentes segmentos.

Marketplaces no Brail

Enjoei

O Enjoei é um marketplace de produtos variados. Apesar de ser especializado em roupas femininas usadas, lá você encontra móveis, acessórios, eletrônicos e muito mais. Com a plataforma, os usuários podem vender suas peças usadas para pessoas que têm interesse em comprá-las por um preço mais acessível.

Doctoralia

O Doctoralia é considerado um marketplace de serviços, uma vez que ele conecta pacientes com os melhores profissionais de saúde de diversas regiões do país. No site é possível checar avaliações, especialidades, orçamento e disponibilidade.

NetSuprimentos

A NetSuprimentos é um marketplace de produtos B2B, onde são oferecidos materiais de limpeza, equipamentos e artigos para escritório. 

Marketplaces internacionais

Amazon

A Amazon é um marketplace tradicional que se concentra na venda de produtos físicos. Esse é considerado um dos mais conhecidos marketplaces do mundo. 

Uber

O Uber é um marketplace de serviços que conecta motoristas com passageiros. A solicitação é feita de forma simples e rápida via aplicativo. 

Airbnb

O maior marketplace de aluguel do mundo em que anfitriões oferecem quartos para viajantes. 

Como escolher a melhor plataforma de marketplace?

Hoje em dia existem algumas plataformas prontas de marketplace disponíveis no mercado. E para escolher a melhor para o seu negócio, é importante levar em consideração alguns fatores como: 

  • Qual a área de atuação desse marketplace;
  • Quais são as funcionalidades da plataforma e se tem atualizações constantes e espaço para sugestões dos clientes;
  • A qualidade do suporte e do atendimento também são aspectos cruciais na escolha de um marketplace;
  • O grau de personalização e customização do marketplace. Mesmo que seja uma plataforma pronta, é preciso que ela ofereça possibilidades de pequenas mudanças e adequações de acordo com o seu negócio; 
  • Os planos e preços da empresa. 

Como integrar sua loja online em um Marketplace?

o que e marketplace celular

Existem algumas plataformas para a criação de lojas virtuais que oferecem a alternativa de integração entre o comércio eletrônico e alguns marketplaces. Portanto, se você ainda não criou a sua loja na internet e pretende usar essa integração, é necessário procurar por uma plataforma que permita o recurso.

Agora se você já tem um e-commerce em atividade e quer começar a vender em marketplace, basta confirmar se a plataforma permite que a integração seja realizada.

Alguns marketplaces pedem a documentação da loja virtual para concretizar a integração.

Plataforma BigShop

A BigShop é uma plataforma que oferece os melhores recursos para que sua loja online tenha uma excelente performance. Ela disponibiliza as informações e ferramentas que permitem aprimorar e analisar por completo sua loja, detectando os pontos de sucesso e os pontos de melhoria.

Dentre as principais funcionalidades da plataforma BigShop estão:

  • Análise dos acessos: por meio do comportamento dos clientes em sua loja, você saberá o que tem funcionado e o que precisa mudar;
  • Relatórios inteligentes: mostram em detalhes os dados da loja, dos clientes e a performance do seu negócio; 
  • Design responsivo: os sites e sistemas da BigShop são todos aprimorados para funcionamento em dispositivos móveis;
  • Recuperação de vendas: ferramentas que te ajudam a recuperar vendas perdidas de forma direta e eficiente;
  • Integrações: e-commerce integrado às outras ferramentas que seu negócio já utiliza como ERP’s e instrumentos de Marketing.

Conclusão

O marketplace nada mais é do que um e-commerce mediado por uma empresa em que vários lojistas se inscrevem e vendem seus produtos.

Esse modelo funciona de forma a permitir que o cliente acesse um site para comprar itens de diferentes varejistas, pagando tudo junto, em um só carrinho. Ou seja, a plataforma pode ser vista como uma vitrine de shopping, vendendo as mais diversas categorias.

Por um lado, o marketplace oferece sua plataforma de vendas com uma marca que já engaja muitos clientes, aumentando as chances de vendas dos seus produtos. E, por outro, o lojista pode utilizar essa estrutura pronta para atrair novos clientes sem investimento inicial, já que na maioria dos casos é cobrado apenas um comissionamento sobre vendas.

Para saber mais sobre como integrar a plataforma BigShop aos melhores marketplaces do mercado, acesse nosso site e tire todas as suas dúvidas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *