Vendas pela internet: passo a passo simples para começar

mulher com caixa na mão vendas pela internet

Até pouco tempo atrás as compras online eram algo distante. Hoje é um dos setores mais rentáveis da economia, gerando bilhões de dólares todos os anos. Por isso, as vendas pela internet se tornaram uma realidade lucrativa.

Além de ser uma prática comum entre o público consumidor, o comércio online tem se mostrado também uma necessidade para muitas pessoas que precisam de trabalho ou querem ser donos do próprio negócio.

Nos últimos anos o e-commerce vem se fortalecendo consideravelmente no Brasil.

Um dos motivos que justificam o impressionante crescimento das compras online ao longo do tempo é que as marcas que migraram para o virtual conseguem oferecer uma experiência de compras exclusiva para seus clientes.

Ou seja, os novos canais, aplicativos, recursos e formatos de compra oferecidos no mundo virtual são capazes de transformar a compra online, fazendo dela uma vivência quase tão pessoal quanto a compra no ambiente físico.

O crescimento é tanto que 2020 foi um ano de grandes resultados para a venda online. Em diferentes lugares do mundo, o cenário é o mesmo: crescimento acima da média. O faturamento do comércio eletrônico no ano passado superou 4,28 trilhões de dólares, o que representou um crescimento de 27,6% nos resultados.

No Brasil, os números refletem bem essa realidade. 46% dos brasileiros compraram mais pela internet do que em 2019 e 7% dos consumidores fizeram sua primeira compra online. Tudo isso ajudou o e-commerce brasileiro a atingir a maior marca dos últimos 20 anos, registrando um aumento de 9% em relação aos resultados de 2019.

Mas para fazer sucesso vendendo pela internet é importante saber o passo a passo para começar um empreendimento nesse meio.

Este artigo irá apresentar pontos importantes para vivenciar boas vendas pela internet. Acompanhe!

Por que vender pela internet?

carrinho de compra vendas pela internet

Com o aumento do número de dispositivos com acesso à internet, os consumidores têm realizado compras online com mais frequência.

De acordo com pesquisas mais recentes, no Brasil, existem mais de 150 milhões de pessoas que acessam a internet. Além disso, os levantamentos anuais confirmam o crescimento do uso da internet para compras.

Com esses dados em mãos é possível encontrar inúmeras vantagens para quem deseja investir nesse ramo.

Vantagens das vendas online

Com uma loja online, é possível incrementar as receitas a partir de um investimento relativamente baixo. O empresário que já possuir uma loja física acrescentará ao volume de vendas habitual o que for vendido no site.

E mais: quando a presença online da marca é desenvolvida com empenho e inteligência, as vendas pela internet podem até superar as presenciais.

Outra questão é que com uma loja virtual, a empresa estará disponível ao consumidor 24 horas por dia, permitindo que o cliente conheça os produtos sem sair de casa.

As pessoas buscam e priorizam a facilidade e agilidade. Por isso, é importante observar o comportamento dos consumidores e aproveitar o momento para aumentar as vendas.

As lojas virtuais possuem menor custo em infraestrutura, uma vez que requer menor investimento armazenar os produtos e para gerenciar a loja.

O custo com a manutenção também é baixo, já que o valor que se gasta com o aluguel de um prédio para a instalação de uma loja física, por exemplo, é muito maior se comparado ao plano de uma plataforma de e-commerce.

Com a loja virtual, a empresa pode alcançar mais pessoas de diferentes locais. Afinal, elas podem navegar pela internet de qualquer lugar.

Além disso, essa pode ser uma grande oportunidade para inserir o produto no mercado exterior, ampliando os potenciais compradores.

E vale ressaltar que a comodidade de comprar, pagar e receber sem sair de casa é muito vantajosa, se comparada à ida até o estabelecimento físico.

Aliás, para o empresário, as vendas pela internet podem ajudar a conhecer e acompanhar o seu cliente de perto, pois ao navegar a internet, o usuário deixa alguns rastros. Com isso, é possível desvendar o caminho percorrido e entender seu comportamento dentro do mundo online.

O empreendedor saberá quando ele clicou em um anúncio e em quais página navegou dentro do site. Por meio dessas análises ficará mais fácil saber quais estratégias estão dando certo e quais precisam ser melhoradas. Tudo isso pode ajudar a alcançar resultados satisfatórios.

Vendas pela internet: passo a passo para começar

Empreender pela internet, vendendo produtos em lojas online, tem se tornado cada vez mais comum, visto que esse meio tem apresentado oportunidades interessantes.

Contudo, para que o sucesso seja real, é necessário avaliar e conhecer profundamente os aspectos que envolvem um e-commerce.

Confira a seguir algumas dicas que podem ser úteis para você que está pensando em começar.

Escolha uma plataforma para vender seu produto

A escolha da plataforma é uma importante decisão, pois é o local onde a loja será instalada. Por esse motivo, deve-se analisar suas funcionalidades.

Observar detalhes como a integração com meios de pagamento, opções de frete, marketplaces, ferramentas administrativas, segurança, capacidade de cadastro de produtos e outras características são fundamentais para uma boa experiência para vendedor e cliente.

Sendo assim, é fundamental que o empresário procure por uma plataforma que atenda as necessidades do seu negócio e que não atrapalhe seu crescimento. Seguindo essas instruções, a escolha será assertiva.

Para quem está começando no ambiente virtual e pretende se familiarizar aos poucos, a boa notícia é que não é necessário investir uma grande quantia na construção de um site. Existem diversas plataformas de e-commerce prontas, criadas justamente para facilitar a rotina de quem ainda não sabe como vender online.

Cada plataforma de e-commerce oferece vantagens diferentes, logo, vale a pena conferir de perto e avaliar qual delas atende melhor às suas necessidades.

Tenha um site responsivo

Um site com design responsivo é construído para que todo o seu conteúdo (imagens e estrutura) se adapte à tela de qualquer aparelho, apresentando a versão para melhor em cada dispositivo que é aberto, seja um computador convencional, um smartphone ou uma TV de 42 polegadas.

Ter um site responsivo traz inúmeras vantagens para aqueles que desejam se aventurar nas vendas online. Entre elas:

  • Redução de custos: não é preciso manter um site para cada tipo de aparelho. Ao trabalhar com o conteúdo responsivo, tudo pode ser criado apenas uma vez e em uma única plataforma: a própria arquitetura do site será elaborada para se adequar a diferentes dispositivos.
  • Experiência do usuário: em diversas pesquisas e análises, o Google demonstra que os usuários que chegam a um site não responsivo têm 61% de chance de rejeitar seu conteúdo, enquanto 67% estão mais propensos a adquirir um produto/serviço de um site com a tecnologia.
  • Ganho em visibilidade: desde 2015, um dos fatores de ranqueamento dos resultados de pesquisa do Google é o design, sendo que há penalização para os sites de layout fixo.

Escolha seu público

A base de um e-commerce de sucesso é a satisfação dos clientes. E para que isso aconteça é muito importante levar em consideração quem é o seu público.

Para começar a identificar quem são seus possíveis compradores, primeiro é importante refletir sobre uma série de perguntas a respeito do produto ou serviço oferecido.

Quais as suas características mais importantes? Para que serve? O produto necessita de algum item complementar ou pode ser utilizado sozinho? É durável ou necessita ser renovado constantemente? Requer um conhecimento particular ou é facilmente acessível a todos?

As respostas para essas perguntas podem ajudar a compreender o provável perfil de pessoas que utilizam o produto ou serviço em questão. A partir daí, será necessário fazer diversas pesquisas para testar se as hipóteses sobre o público são verdadeiras e, assim, conseguir delinear um perfil mais específico.

No universo digital, uma ferramenta muito usada para refinar quem é seu público é a construção de personas. A persona é uma personagem semifictícia que representa seu cliente ideal. Quanto mais bem definida ela for, melhores serão os resultados de cada ação realizada. Afinal, você terá condições de basear suas ações nas necessidades da persona e, assim, tem mais chances de conquistá-la.

Se uma loja virtual não tiver foco em resolver problemas e necessidades específicos, corre o risco de ter resultados ruins. Por isso, é fundamental que o empresário determine quem é o seu público principal e mantenha o foco nele. O negócio pode até ter mais de uma persona, mas é fundamental que sejam bem específicas.

Dessa forma, fica mais fácil atrair e agradar as pessoas certas, gerando aumento no volume de vendas e fidelização da base de clientes.

Determine seus canais de vendas

carrinho de compra e mouse vendas pela internet

Canais de venda são os meios que uma empresa usa para ofertar seus produtos ou serviços para o público. Ou seja, é por onde ela vai comercializá-los.

Dessa forma, podem ser tanto on-line quanto off-line, dependendo da área de atuação do negócio. Abaixo listamos alguns canais de vendas para o seu negócio.

  1. Google Ads: o Google Ads (ex-Google Adwords) é uma ferramenta de publicidade online do Google, que possibilita que as empresas criem anúncios estratégicos para divulgar seus produtos ou serviços.
  2. E-mail marketing: o e-mail marketing é uma forma de personalizar melhor a mensagem que sua empresa quer passar ao público. Todavia, para que esse canal seja efetivo, é necessário ter uma boa base de leads que vão receber esses e-mails.
  3. Marketplace: o marketplace é como um shopping online, que possibilita que várias marcas ofereçam seus produtos dentro dele e, assim, sejam vistas por um número maior de pessoas.
  4. Loja e-commerce: é diferente do marketplace por um fator: a loja virtual é de apenas uma marca. No e-commerce, o site fica todo sob responsabilidade da marca que vende os produtos. O canal fica mais personalizado e com o perfil da empresa.
  5. Redes sociais: plataformas como Instagram e Facebook também podem ser ótimos canais de vendas, uma vez que disponibilizam ferramentas que permitem que o consumidor faça a compra direto na plataforma. Além disso, também é possível integrá-los com uma loja virtual.

Crie um processo de vendas pela internet

O processo de vendas é o fluxo de ações colocadas em prática pela equipe de vendas para fechar negócio com clientes. Ele vai desde a prospecção ao relacionamento no pós-venda e precisa ser bem estruturado, com todas as etapas definidas, para ser eficiente e elevar a performance da empresa.

Em resumo, o processo de vendas interfere diretamente na performance da empresa. Quando bem elaborado e eficiente ele resultará em mais clientes (e lucro) no fim do mês.

Um dos pontos mais importantes, antes mesmo do início de sua criação, é a necessidade de clareza e simplicidade em sua estrutura e linguagem. Afinal, equipe comercial possui como foco principal a atração de novas receitas para a empresa.

Conhecer bem o seu produto é outra questão fundamental para um processo de vendas coerente e eficaz.

A prospecção é o mapeamento de oportunidades para a aquisição de novos clientes. Depois desse passo, o vendedor irá abordar o cliente e iniciar o relacionamento com o mesmo.

Ela precisa ser personalizada para o perfil do cliente e estabelecer uma conexão com ele.

Assim, o vendedor pode apresentar a proposta e analisar se essa é a solução da qual o cliente precisa.

Depois desse contato inicial, cabe à equipe de vendas apresentar os benefícios do produto, tirar dúvidas e atuar como um consultor para o consumidor, estabelecendo uma relação de confiança.

Organize a logística das suas vendas pela internet

A logística é um dos maiores desafios das lojas virtuais no Brasil, independente do tamanho. E pensar nisso com cuidado é muito importante, tendo em vista que produtos que não chegam ou são enviados errado podem comprometer seriamente a imagem da  loja.

Portanto, na hora de abrir uma loja virtual, é preciso dar atenção especial a esse planejamento do negócio, muito mais do que em uma loja física.

Para isso, comece fazendo uma boa gestão de estoque, verificando quais são os produtos que têm maior saída e que precisam de reposição constante, além de facilitar sua separação.

A lógica é uma só: quanto mais ágil é o processo de separação dos pedidos, igualmente mais ágil é o processo de entrega. E essa prontidão desperta uma percepção positiva pelos clientes.

No mais, organizar o processo logístico da loja virtual exige profissionais detalhistas e concentrados. Contudo, essa tarefa pode ser otimizada com sistemas de gestão para e-commerces, softwares que vêm equipados com módulos de gestão de estoque, compras e logísticas em loja virtual.

Adapte o processo de compra off-line ao on-line

Muitos administradores de lojas físicas não se sentem confortáveis para migrar para o meio digital. A insegurança e o medo fazem com que muitos não invistam nessa área.

Mas, na verdade, há grandes vantagens de estar no ambiente digital, veja abaixo quais são:

– 1: As vendas online podem aumentar as vendas presenciais

– 2: Aumenta o alcance geográfico

– 3: Loja aberta 24h

– 4: Número ilimitado de clientes por dia

– 5: Facilidade em criar um e-commerce

– 6: Possibilidade de ficar mais próximo do cliente

– 7: Sua loja pode ter mais acessos se ficar bem posicionada nos resultados de pesquisa do Google

Para fazer essa integração entre loja física e virtual, é necessário contratar uma empresa que saiba fazer tal intermediação. A BigShop, por exemplo, é uma agência digital que possui experiência nesse tipo de negócio e que sabe como funciona um e-commerce em todas as suas camadas.

Com a ajuda de profissionais especializados, os empreendedores poderão iniciar as vendas online sem medo de arriscar.

Invista no marketing digital para suas vendas pela internet

homem mostrando notebook vendas pela internet

Para que as vendas aconteçam, é fundamental que o nome e os produtos ou serviços que a marca vendem sejam divulgados. Desse modo os potenciais clientes chegarão até você.

Com o avanço da transformação digital e a mudança no comportamento dos consumidores, o marketing também sofreu alguns ajustes e passou a ocupar o ambiente online.

São diversas estratégias e ações que podem e devem ser explorados quando o assunto é criar uma loja virtual, como: redes sociais, e-mail marketing, marketing de conteúdo, influência, relacionamento, entre outtros.

Para um marketing digital eficaz, deve-se ponderar as características do público e descobrir quais as abordagens corretas. Desse modo, as estratégias serão efetivas e o resultado satisfatório.

O marketing digital é uma ferramenta que pode gerar muitos resultados positivos. Mas, para isso, precisa ser usado de forma estratégica. É preciso ter planejamento, com objetivos e metas bem definidos para traçar as ações necessárias para chegar onde se quer.

Considere fazer marketing de conteúdo

Investir em Marketing de Conteúdo é uma excelente alternativa para empresas que buscam por estratégias de marketing para aumentar as vendas.

O marketing e conteúdo é uma ferramenta que consiste em criar e compartilhar textos, notícias, vídeos e imagens relacionadas ao universo da empresa, com o objetivo de gerar reconhecimento e autoridade e, assim, alavancar os negócios.

Além disso, ele é uma forma eficaz de gerar interação e engajamento com o público, fidelizando e aumentando também a rede de potenciais clientes.

Por meio da criação de conteúdo relevante e valioso, as pessoas se envolvem, as marcas adquirem mais valor e, logo, gera uma percepção positiva aos olhos do consumidor.

Use gatilhos mentais para suas vendas pela internet

Os gatilhos mentais para vendas são uma tática muito útil para criar atalhos no processo de decisão. Trata-se de informações isoladas que provocam reações automáticas.

Ou seja, são formas de cativar, reforçar e motivar os consumidores a agir, facilitando a tomada de decisão. Alguns gatilhos mais utilizados e eficientes são:

  • Autoridade: é um dos gatilhos mentais que trabalha com a confiança dos consumidores em relação ao e-commerce. Por isso, é imprescindível que o produto tenha algum aspecto que o destaque dos demais concorrentes.
  • Urgência: o senso de urgência é fazer com que o consumidor pense que a compra deve ser feita o quanto antes para que o consumidor não perca uma excelente oportunidade. A urgência é muito utilizada principalmente em datas comemorativas e ações promocionais, como Black Friday e Natal.
  • Reciprocidade: esse gatilho se baseia na ideia de que se disponibilizamos algo gratuitamente, a pessoa que receber esse “presente” sentirá o impulso de retribuir o gesto. Um método muito eficaz de aplicar o gatilho da reciprocidade é enviar um brinde junto com a primeira compra de um consumidor.
  • Prova social: se refere à aprovação da qualidade de um produto pelos próprios consumidores. Uma maneira eficaz de usar em um e-commerce é informar quais os produtos mais vendidos, assim como os motivos que os fazem ser tão desejados.

Tenha uma estratégia de pós-venda

Tanto no meio off-line quanto no meio digital há estratégias que são importantes para o sucesso da sua loja, e uma delas é o pós-venda. Basicamente, para potencializar seus resultados, é importante saber que a venda não acaba após ser concretizada.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas que podem ajudar a elaborar melhor os processos internos de vendas pela internet e pós-venda:

  • Conquiste o consumidor através do atendimento: agradeça a compra, entre em contato com o cliente se acontecer algum atraso ou outro problema para explicar a situação. Enfim, seja cordial em toda oportunidade de contato e demostre sempre sua preocupação com a satisfação do cliente.
  • Prepare a equipe para atender às exigências do consumidor virtual. É importante que os colaboradores saibam lidar com o cliente, atender seus anseios e dúvidas.
  • Tenha atenção com os prazos de entrega e, sempre que possível, surpreenda os clientes com entregas antecipadas. No comércio virtual, o único momento em que o cliente entra em contato com a loja fisicamente é quando ele recebe o produto em sua casa. Sendo assim, a entrega é a uma grande oportunidade que você tem para surpreendê-lo com um serviço diferenciado.

Conclusão

homem e mulher fazendo vendas pela internet

Com cada vez mais tecnologia chegando ao mercado e alterando o comportamento de consumo das pessoas,  como o aumento no uso de dispositivos digitais, principalmente de smartphones, é possível dizer que nos próximos anos o comércio eletrônico continue se fortalecendo e conquistando mais espaço entre os consumidores.

Prova disso são um número cada vez maior de empresas, que antes atuavam apenas no ambiente físico, atuando também no ambiente online, combinando os dois canais de vendas, para oferecer ao cliente melhores experiências de compra. Ou mesmo, o aumento de empresas que já nasceram virtuais e que já colhem bons frutos.

Investir nesse mercado é, sem dúvida, algo vantajoso. Porém, é indispensável seguir algumas regras básicas, como as que detalhamos neste artigo, para ter ainda mais assertividade em suas ações.

Como há muita concorrência, se quiser se destacar, é preciso analisar bem o mercado e, consequentemente, montar um projeto eficaz.

Para aqueles que sonham em entrar no mercado online, mas não possuem conhecimentos suficientes para isso, é importante contar com a ajuda de pessoas que possuem expertise e ajudarão a emplacar as vendas pela internet.

Esse é o caso da BigShop, uma plataforma de e-commerce descomplicada e preparada para atender negócios de diferentes segmentos e tamanhos. Sua vasta experiência online proporciona ao empreendedor uma experiência singular, dando a ele a oportunidade de realizar o sonho de abrir uma empresa online.

Logo, se está pensando em ingressar nesse mercado, entre em contato com a BigShop e tenha acesso a metodologias seguras, ágeis e de fácil gerenciamento. Com certeza, a visão Big levará sua empresa ao sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *